Queimadas na Amazônia: militares vão atuar em sete estados

Já chega a sete, o número de estados que vão contar com o trabalho de militares para o conter os focos de incêndios e combater as queimadas na região Amazônica.

O Governo Federal autorizou hoje pela manhã, o envio das Forças Armadas aos estados do Amazonas, Acre e Mato Grosso.

Pará, Rondônia, Tocantins e Roraima já tiveram os pedidos de ajuda atendidos.

Os cerca de 44 mil militares devem atuar nas áreas de fronteira, terras indígenas e áreas de conservação ambiental.

Uma reunião entre os governadores que compõem a Amazônia Legal e o presidente Jair Bolsonaro está marcada para a próxima terça-feira, 27.

O objetivo é discutir como as ações de combate às chamas se darão nos estados.

Mato Grosso lidera o número de ocorrências de queimadas em todo o país, com mais 13 mil e seiscentos focos de incêndio em 2019, segundo o INPE.

Pará vem em seguida com mais de 6 mil ocorrências registradas.

Da redação

Foto: Carl de Souza / AFP

compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email