Estudo aponta queda no número de animais silvestres na Amazônia

É que aponta um relatório da ONG WWF, que analisou populações de mais de 600 espécies de mamíferos, répteis, anfíbios e pássaros que vivem em florestas e concluiu que houve um declínio de 53% na quantidade de animais.

O estudo mostra que a situação é particularmente crítica na Amazônia e em outras florestas tropicais.

Na região, em média, a perda de população das espécies estudadas superou o crescimento de todos os grupos somados.

O pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, INPA, Wilson Spironello, afirma que a caça e o desmatamento são as principais causas de ameaça às espécies.

Reportagem: Cindy Lopes

Da redação

Foto: Reprodução

compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email