No Amazonas, crescimento de taxa de mortalidade de jovens acompanha o desenvolvimento de facções no estado

No Brasil, mais de 35 mil jovens foram assassinados, segundo o Atlas da Violência 2019, divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA).

Esse número representa uma taxa de quase 70 homicídios para cada 100 mil jovens no país, taxa recorde nos últimos dez anos. No Amazonas, a taxa de homicídios de jovens é de 80,5 a cada 100 mil habitantes, acima da média brasileira.

A uma década o estado do Amazonas apresentava uma taxa de homicídios inferior à média nacional. A guerra entre facções contribui para o aumento dessa taxa. Ouça o boletim na íntegra:

Reportagem: Patryck Vieira
Foto: Reprodução/Internet

compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email