Rosiene Carvalho: É inaceitável que uma jornalista sofra constrangimento e intimidação no exercício de sua profissão

Por ordem da juíza federal Ana Paula Serizawa, da Justiça Federal do Amazonas, uma jornalista local foi obrigada, nesta quinta-feira (8), a apagar um áudio do seu celular. As gravações foram produzida durante a audiência de interrogatório do ex-governador José Melo, em uma das ações provenientes da operação Maus Caminhos. Esse é o destaque da coluna de política de Rosiene Carvalho. Ouça:

compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email