Mesmo com lei que combate a importunação sexual, mulheres continuam sendo vítimas dessa violência

Com a sanção da Lei 13.718, que aumenta a pena para o estupro coletivo e torna crime: a vingança pornográfica, a divulgação de cenas de estupro e a importunação sexual – muitas mulheres ainda convivem com a importunação sexual.

O crime é identificado como ato libidinoso com o objetivo de satisfazer a lascívia própria sem o consentimento da vítima.

Entre os locais mais comuns para o criminoso cometer o crime estão os ônibus do transporte coletivo e as casas noturnas. A lei sancionada há quase um ano pune os infratores que cometem esse tipo de crime. Ouça o boletim na íntegra:

Reportagem: Alex Ferreira
Foto: Reprodução/Internet

compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email