Defensoria recomenda a empresas de transporte por aplicativo que instruam motoristas a não cancelar corridas por cartão de crédito

Cancelar de pedidos de corrida feitos por consumidores que escolham pagar com o cartão de crédito, é uma violação ao código de defesa do consumidor.

A informação consta na recomendação da Defensoria Pública do Estado do Amazonas.

Entre as medidas sugeridas pelo órgão a quem cancelar corridas, está a penalização de motoristas e a criação de mecanismos no sistema operacional que evitem a recusa das viagens.

As empresas responsáveis pelos aplicativos de mobilidade têm dez dias a partir do recebimento da recomendação para apresentar respostas sobre as conformidades estabelecidas pela Defensoria no documento. Ouça o boletim na íntegra:

Reportagem: Allan Vianna
Foto: Reprodução/Internet

compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email