STJ nega o pedido para para retirar tornozeleira eletrônica de José Melo

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) nega o pedido de urgência da defesa do ex-governador do Amazonas, José Melo, para retirar o uso de tornozeleira eletrônica. A decisão do ministro Nefi Cordeiro ocorreu nessa terça-feira (27), mas foi divulgada somente nesta quinta-feira (30) pela Corte.

Cordeiro também negou o pedido de revogação da prisão preventiva do médico Mouhamad Moustafá. José Melo e Mouhamad foram presos durante as investigações da operação Maus Caminhos, deflagrada pela Polícia Federal em 2016. Eles são acusados de integrar uma quadrilha que desviou mais de 200 milhões de reais da saúde pública do Estado do Amazonas.

Da redação

Foto: divulgação

compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email